Logo

Artigos - Visualizando artigo

Marco Fabossi - Tem Gente Atrás do Crachá (Liderança)

Tem Gente Atrás do Crachá (Liderança)

Enquanto Dona Naide servia um cafezinho no início da reunião, e o diretor de um grande conglomerado que estava ali pra conhecer melhor o seu provável fornecedor, perguntou à Diretora de RH da *empresa:

– Aqui as pessoas são felizes?

– Bem, ninguém melhor que as próprias pessoas para responder essa pergunta – respondeu a Diretora de RH, perguntando à Dona Naide:

– Você é feliz aqui na Empresa Dona Naide?

– Ah, eu sou muito feliz! Aqui, quando eu sirvo café ou limpo as mesas, as pessoas conversam comigo e me agradecem. Aqui eu me sinto respeitada porque as pessoas me notam e me tratam com educação – respondeu Dona Naide.

O diretor do provável cliente então respondeu:

– Que bom ouvir isso, porque em nossa empresa consideramos que “pessoas” são a prioridade, e esperamos isso também dos nossos fornecedores e parceiros.

E antes que terminasse a semana, o mesmo diretor ligou:

– Decidimos contratá-los como nossos parceiros!

* A empresa em que a Dona Naide trabalha é a Car Park, dirigida pelo Paulinho (Paulo Henrique Coelho da Fonseca Machado), uma empresa que planeja, implanta e administra estacionamentos, e que tem como principais valores: Amor, Família, Confiança, Saúde, Compromisso com a realização continua, e Inspirar e Contribuir para o desenvolvimento humano. Miriam Momma é a Diretora de RH dessa história, que foi contada por ela mesma no encerramento de uma das edições do Líder do Futuro: O Mais Completo Programa de Formação de Líderes do Brasil.


Somente uma liderança que valoriza as pessoas e que tem plena consciência de que “tem gente atrás do crachá”, é que consegue estabelecer uma cultura de respeito e valorização do ser humano nas organizações e, consequentemente, conquistar os melhores resultados por mais tempo.

Quando as pessoas são respeitadas e reconhecidas, passam a perceber que o trabalho que realizam vai muito além das tarefas que executam, aumentam o seu senso de pertencimento, e se dão conta de que fazem parte de uma equipe que se ajuda, coopera e empenha-se na realização de uma grande obra.

Por isso, uma das premissas para tornar-se um bom líder é demonstrar interesse genuíno pelas pessoas; respeitar, valorizar e reconhecer aqueles que estão à sua volta.

Algo que não depende do nível das universidades em que o líder estudou, e nem das formações e certificações que fez, mas apenas de vontade e atitude, buscando reconhecer as pessoas pelo que são e pelo que fazem, ainda que, em nossa percepção seja um trabalho simples e rotineiro. Imagine como seriam os banheiros do nosso local de trabalho sem pessoas para cuidar deles.

Você já parou pra dizer a elas algo como: “- Muito obrigado pelo importante trabalho que realiza aqui na empresa. Sem você esse lugar seria uma bagunça.”? Algo tão simples e rápido, mas precioso e importante para quem ouve.

Nossas organizações estão repletas de gestores altamente capacitados, dotados de enorme competência técnica e gerencial; homens e mulheres preparados para um mercado cada vez mais globalizado, complexo e competitivo, mas tão profundamente dedicados aos negócios e seus resultados que terminam por negligenciar as pessoas, causando insegurança, angústia, frustração, falta de credibilidade e decepção em todos os níveis das organizações, e com a séria agravante de não serem capazes de criar um futuro melhor.

Por isso, mais do que gestores, as organizações precisam de homens e mulheres que valorizem as pessoas como seres humanos, e que as enxerguem e aceitem como são, tratando-as com respeito e dignidade, independentemente de raça, gênero, níveis hierárquicos ou sociais, e religião. Líderes conscientes de que “tem gente atrás do crachá”!

Aproveitando a oportunidade, gostaria de pedir sua ajuda em responder um questionário sobre“Liderança e Confiança”, que será utilizado em meu novo livro sobre o tema. São apenas 5 minutos. Basta clicar no link a seguir. Desde já, muito obrigado!

Link para a pesquisa: https://pt.surveymonkey.com/r/confianca-link

Um Grande Abraço,

Marco Fabossi

 

Fonte: Marco Fabossi


Voltar


Compartilhar

Todos os direitos reservados ao(s) autor(es) do artigo.