Logo

Artigos - Visualizando artigo

Marco Fabossi - A Jornada é mais importante que o Destino (Liderança)

A Jornada é mais importante que o Destino (Liderança)

Durante a temporada de 2002, Paul era o técnico de basquete do que chamava de “o time dos sonhos”. Tinham o recorde de dez partidas invictas, e estavam a caminho de conquistar o primeiro campeonato estadual juvenil. Paul vivia o sonho de todo treinador.

Foi então que, certa noite, dezesseis de seus jogadores, todos menores de idade, foram presos por uso de bebida alcoólica durante uma festa, e neste grupo estava o próprio filho de Paul. O treinador já havia alertado os atletas de que, caso fossem envolvidos em algum tipo de encrenca relacionada com álcool ou drogas, ele os suspenderia do time. E foi o que fez, e comentou:

– Pode-se resumir a questão a uma palavra: responsabilidade. Vocês quebraram as regras e compromisso que tinham assumido.

Ele disse ao seu filho, enquanto o tirava da cadeia:

– Você cometeu um grande erro, é tudo o que eu posso dizer. Nunca deixarei de amá-lo, mas você precisa aprender alguma coisa com o que aconteceu.

No dia do grande jogo, eles vestiram o uniforme e sentaram no banco apenas para incentivar os colegas que estavam no campo.  E o time reserva perdeu de 63 a 0.


Em meu livro Coração de Líder, defino liderança como a habilidade de influenciar e inspirar pessoas, servindo-as com amor, caráter e integridade, para que vivam com equilíbrio e trabalhem com entusiasmo em direção a objetivos e resultados legítimos, priorizando a formação de novos líderes e a construção de um futuro melhor.

Algumas pessoas já me perguntaram porque incluí o adjetivo “legítimos” à conquista de objetivos e resultados da liderança, e a resposta está na própria frase: porque quem age com o Coração de Lídercontribui para a construção de um futuro melhor. Não basta alcançar objetivos e resultados apenas, é preciso que o caminho percorrido para chegar até estes resultados sejam legítimos, já que não são os fins que justificam os meios, mas os meios é que legitimam os fins.

O futuro não é um lugar para onde estamos indo, mas o lugar que estamos construindo, e para o líder que busca construir um futuro melhor, é preciso conscientizar-se de que a jornada é mais importante que o destino; que suas escolhas, decisões e ações no presente é que construirão e pavimentarão a estrada que conduzirá ao futuro desejado.

E se essas escolhas priorizam os resultados, sem importar-se com o caminho pra chegar até eles, pode ser que passar por cima das pessoas, quebrar promessas, mentir, trapacear ou enganar sejam recursos aceitáveis. Isso pode até enganosamente ajudar a construir um futuro melhor para si mesmo, mas não para todos.

Porém, se essas escolhas priorizarem o caminho percorrido, ainda que os resultados não sejam os melhores, estes certamente serão recompensados pelo valor dessa jornada e, principalmente, pela consciência de estarmos pavimentando a estrada que conduzirá a um futuro muito melhor e mais sustentável para todos. A jornada é mais importante que o destino!

O que você tem priorizado? Jornada ou Destino?

Aproveitando a oportunidade, gostaria de pedir sua ajuda em responder um questionário sobre“Liderança e Confiança”, que será utilizado em meu novo livro sobre o tema. São apenas 5 minutos. Basta clicar no link a seguir. Desde já, muito obrigado!

Link para a pesquisa: https://pt.surveymonkey.com/r/confianca-link

Um Grande Abraço,

Marco Fabossi

 

Fonte: Marco Fabossi


Voltar


Compartilhar

Todos os direitos reservados ao(s) autor(es) do artigo.